News Details

  • Home
  • 6 barreiras da Comunicação Interna: Veja o que pode estar te atrapalhando.
26 de março de 2020 Sarah 0 Comments

6 barreiras da Comunicação Interna: Veja o que pode estar te atrapalhando.

olaboradores engajados se tornam os principais defensores da empresa em que atuam, mostrando tudo o que ela faz e os benefícios que ela oferta. Mas, para que isso aconteça, é extremamente necessário que a empresa faça uma boa comunicação interna, para que o colaborador se sinta parte da empresa e de seus valores. 

Quem acompanha o mundo dos negócios sabe: ruídos e falhas na comunicação interna podem causar graves problemas e prejuízos para uma empresa. Problemas como, por exemplo, os colaboradores não saberem o que está acontecendo na empresa causa falta de engajamento e motivação. Produzimos um conteúdo que mostra as principais barreiras da comunicação interna que pode estar atrapalhando o engajamento com seus colaboradores e os resultados da sua empresa:

Barreira #1: Muro presente entre colaborador e gestor

Uma das principais barreiras da comunicação interna é, com certeza, a comunicação e acessibilidade entre o colaborador e seu respectivo gestor. Muitos problemas são causados pelo muro (muitas vezes, uma muralha!), em que parece que o liderado e seu líder não são alinhados e muitas estratégias e ações são feitas de forma errada, causando grandes prejuízos para a empresa.

Barreira #2: Recursos e ferramentas para comunicação interna: cadê?

Para ter uma comunicação interna eficaz é essencial utilizar a tecnologia e os recursos disponíveis para gerar bons resultados para sua empresa. Se comunicar por meio de e-mail, rede social corporativa, intranet, tv corporativa, chats internos, entre outros canais, é uma estratégia certeira e inteligente para romper as barreiras da comunicação interna e engajar seus colaboradores.

Barreira #3: Excesso de informações, a famosa ‘encheção de linguiça’

Quantidade equivale a qualidade? Nem sempre! Quando você quer se comunicar com seus colaboradores, a frase ‘menos é mais’ funciona sabiamente. Imagina seus colaboradores ficarem perdidos com tantos comunicados e notícias divulgadas? Se isso acontecer, todo o seu trabalho terá sido em vão! Comunique-se de forma clara e objetiva, para ter certeza de que todos irão receber as informações importantes que você passa.

Barreira #4: Preconceitos enraizados nos colaboradores

Muito se tem falado em ideias pré concebidas presentes na sociedade, mas você já parou para pensar que isso pode atrapalhar (e muito!) a sua empresa? Estereótipos e ideias equivocadas podem causar desconfortos e ruídos na comunicação, fazendo com que os colaboradores não sejam engajados com a sua empresa, podendo perder ótimas pessoas e profissionais competentes.

Barreira #5: ‘Panelinhas’ e grupinhos

As barreiras pessoais também não podem deixar de ser citada. As famosas ‘panelinhas’ é uma das barreiras da comunicação interna que mais causam prejuízos às empresas. Por meio de grupos seletos, algumas pessoas podem se sentir excluídas e não com um sentimento de pertencimento. Fazer campanhas de incentivo é uma forma de engajar e unir os colaboradores, para que todos se tornem uma única família.

Barreira #6: Distância física entre os colaboradores

Se já é difícil se comunicar com os colaboradores que você vê todo dia, imagina os que estão em outras unidades ou filiais, por exemplo? Para que essa distância não atrapalhe as estratégias da sua comunicação interna, utilize as tecnologias ao seu favor! A TV Corporativa, por exemplo, é uma solução que alcança pessoas de diferentes locais através de players conectados a internet e ao aparelho de TV. Imagina você conseguir mandar um comunicado para as suas equipes de cidades diferentes?

Conclusão

Muitas empresas são impactadas pelas barreiras da comunicação interna, pois elas atrapalham e causam grandes problemas. Entender quais são essas barreiras é o primeiro passo para a resolução e para enxergar o problema antes dele acontecer. Já pensou se você identifica um problema depois de ter ‘estourado’ uma bomba gigante em sua empresa? Por isso, é importante ser bem observador(a) e conseguir analisar tudo o que está acontecendo em sua empresa.